VEM informa mais três casos suspeitos para sarampo; outros sete aguardam resultados

21/08/2019

 

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) através da VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal), informa que o órgão recebeu nesta quarta-feira (21/08) a notificação de mais três casos suspeitos para sarampo.

De acordo com enfermeira da VEM, Marília Wittica Pinheiro, com as novas notificações, agora somam 10 casos suspeitos para sarampo, que aguardam resultados no Instituto Adolfo Lutz (IAL) em São Paulo.

A VEM também informa que ainda não recebeu o comunicado oficial do Estado a respeito do início Campanha de Vacinação contra Sarampo, que contemplará bebês de seis meses a 11 meses e 29 dias.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2019 foram confirmados 1.845 casos de sarampo em todos os Estados.

 

Conforme já noticiado pela Secom (Secretaria Municipal de Comunicação), a respeito da vacinação para prevenção do sarampo, há doses em todas as salas de vacina de Prudente. “Não temos uma estimativa de quantas pessoas precisam receber a vacina, por isso a importância de procurarem as unidades de saúde para verificação da carteira de vacina, se está de acordo com o recomendado para cada idade”, detalha a enfermeira.

Atualmente, a rotina de vacinação do sarampo está da seguinte forma: a primeira dose da vacina tríplice viral (sarampo-rubéola-caxumba) é dada aos 12 meses de vida. Já a segunda dose, aos 15 meses. “É importante o responsável atualizar caderneta de vacinação da criança”.

Imunização Tríplice Viral – No caso das pessoas com até 29 anos de idade, a recomendação é de duas doses. Já as pessoas a partir dos 30 anos e até os 59 anos de idade (nascidos a partir 1960), a recomendação é de apenas uma dose, ou seja, aqueles que já tomaram uma dose na infância estão imunizados.