Creas promove ação na Praça 9 de Julho para marcar os 13 anos da Lei Maria da Penha

07/08/2019

 

 

Em alusão aos 13 anos da Lei Maria da Penha, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) - Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Mulher em Situação de Violência promoveu nesta quarta-feira (07/08) na Praça 9 de Julho, no centro de Prudente, diversas ações para marcar a data.

De acordo com a coordenadora do Creas, Simone Duran, a lei que completa hoje 13 anos, representa uma grande conquista para o estado brasileiro. A data é marcada com diversas atividades, intervenções culturais, depoimentos, entrega de cartilhas e orientações, que visam divulgar os serviços oferecidos às mulheres.  

O Creas é um serviço oferecido pelo município, que atende mensalmente 50 mulheres que são acompanhadas pela equipe multiprofissional. O Creas fica Rua Major Felício Tarabay, 1.167.

A ação na Praça 9 de Julho foi organizada pelo Creas-Mulher em conjunto com toda Rede de Proteção da mulher:  OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); Ministério Público; Delegacia de Proteção da Mulher; APPA, entre outros.

O ato contou com a presença da delegada titular da DDM, Daniela Roefero Marrey Sanchez. Segundo ela, a ação é importante para divulgar a lei para que as mulheres estejam conscientes, que elas estão protegidas e amparadas na lei.

Na Praça 9 de Julho,  foram realizadas orientações voltadas aos direitos da Mulher com a presença da OAB-Mulher. Os homens também foram orientados sobre a responsabilização e reeducação dos autores de violência praticados contra mulheres.

A lei Maria da Penha, além de ser uma das mais conhecidas entre a população, é considerada pela Organização das Nações Unidas como uma das três melhores leis de enfrentamento a violência contra mulheres. Segundo o Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea), a lei contribuiu para uma diminuição de 10% na taxa de violência doméstica.

Delegacia Defesa da Mulher –comparativo referente ao primeiro semestre. (Fonte: www.ssp.sp.gov.br